quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

TREINAMENTO INDIVIDUALIZADO (PERSONAL TRAINER): Um investimento na saúde e sua eficácia respaldada cientificamente.


A prática de atividade física é a forma mais adequada para manutenção da saúde e está em evidência nos meios de comunicação, através de programas, propagandas e redes sociais. A musculação vem ganhando espaço, porque proporciona recuperação e reabilitação de várias patologias, além da melhora no desempenho esportivo e na estética. Estudos sobre o investimento em treinamento personalizado mostram eficácia na redução do prazo para atingir objetivos (Gentil, 2011).
 No entanto muito cuidado ao contratar o profissional que diz serem adequados para sua necessidade, muitos vendem uma imagem para conquistar o cliente, estes ditos profissionais, não conseguiriam manter uma conversa técnica por 10 minutos, por tanto, questione sua metodologia, exija respaldo científico através de livros e artigos, além de conselhos de outros bons profissionais.



Com o crescimento do número de academias, está aumentando a quantidade de praticantes dentro delas. Fatores são levados em consideração para a prática nas mesmas, como proximidade ou caminho entre casa e trabalho, convivência com os demais praticantes e profissionais do espaço e valores cobrados para prática. No entanto esquecem o principal que é a qualidade do conhecimento científico dos profissionais que irão acompanhá-los.
Muito mais importante é saber o que você esta fazendo e conhecer a formação do profissional que te acompanha. Muitas academias para diminuir as despesas, contratam uma quantidade pequena de profissionais, apenas para suprir as obrigações legais, complementando e até entupindo com mão de obra barata, sem preocupar-se com a qualidade do cliente.

Estudos garantem os benefícios do treinamento personalizado. Mazzetii et al. (2000), mostra que um grupo de atletas supervisionados, treinou com o acompanhamento direto de um especialista em todas as sessões, enquanto um segundo grupo não-supervisionado, teve acompanhamento apenas em uma sessão de familiarização, na qual o treino foi demonstrado e explicado, em seguida para o segundo grupo, os treinos ocorreram sem supervisão, havendo apenas auxilio de um colega de treino nos exercícios como supino e agachamento, por questões de segurança. Ao final do estudo, os ganhos de força e potência muscular, bem como os ganhos de massa magra e a perda de gordura foram maiores para o grupo supervisionado. Coutts et al. (2004) também obteve este mesmo resultado com jogadores de Rúgbi.

    Sabendo que estes estudos foram realizados com atletas, um grupo de pesquisa (GEASE) http://www.gease.pro.br/, através de (Gentil & Bottaro, 2010) realizou o mesmo experimento em indivíduos destreinados durante 11 semanas. Os participantes foram divididos em turmas de 20 a 25 alunos, metade com supervisão alta e metade com supervisão baixa. E os resultados obtidos com o grupo que treinou sob supervisão alta obteve um aumento de 15,9% na força do supino, o que foi maior que os 10,22% obtidos pelo grupo que treinou sob supervisão baixa. As maiores diferenças, entretanto, ocorreram para o torque dos membros inferiores, no qual o grupo sob supervisão alta ganhou 11,8%, enquanto o aumento de 1,4% do grupo que treinou sob supervisão baixa não foi significativo.
O preço, muitas vezes se torna um empecilho para a contratação dos serviços personalizados, mas pense o quanto você gasta em planos de saúde e consultas médicas, alimentação inadequada entre outros. Futuramente com médicos e remédios caros, veja o aproveitamento do seu tempo e dinheiro. Portanto, invista na sua saúde enquanto é tempo, são muitos os benefícios trazidos por uma prática eficiente. Lembre sempre de procurar bastante informação sobre o profissional o qual vai confiar sua saúde. BOA PRÁTICA!




Texto editado por JOELBES CHAVES

Um comentário:

  1. Personal Trainer é o profissional do momento e eu recomendo A Exclusive!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...